O MCC é um movimento que, mediante um método próprio, procura,
a partir da Igreja, que a realidade do cristão se torne vida na singularidade, na originalidade e na criatividade da própria pessoa, para que, descobrindo as suas potencialidades e aceitando as suas limitações,
conduza a sua liberdade a partir da sua convicção,
reforce a sua vontade com a sua decisão
e propicie a amizade, em virtude da sua perseverança,
no seu viver quotidiano, individual e comunitário.

• O que é ser Cursista?
É ser mais responsável,
quer na paróquia quer na Diocese, onde quer que me encontre.
Estar atento aos outros, às suas necessidades, ser alegre e positivo.
Confiar em Deus e cultivar a Fé.
Ser solidário: colaborar com o pároco.
Não me fechar no egoísmo do meu ‘eu’.
Ser testemunha de Cristo
com convicção, saber ouvir a palavra do Evangelho
e pôr em prática com o meu testemunho de vida
e nunca dizer não ao chamamento que Deus me faz.
Ser sincero, verdadeiro, coerente.
Servir mais do que ser servido.
Ser fiel, casto, saber amar a Deus e aos irmãos.


O caminho que estamos a percorrer na nossa diocese:

  • Retomámos a escola de dirigentes:
  • Estamos num ano a que chamamos de “pré-cursilho”.
  • Queremos motivar a Diocese e todos os agentes pastorais, começando pelos Párocos, para a importância e apoio que este movimento pode ser na ação pastoral.
  • Buscamos contatos de possíveis novos candidatos.
  • Acompanhamos os centros de Ultreia que ainda funcionam, refundar os que ainda for possível.

Contatos


Pe. António Martins - Assistente diocesano
Residência Paroquial
6270-213 Santiago