"Há diversidade de dons,
mas é o mesmo Espírito que opera tudo em todos" 1Cor 12,4

"O Senhor chama-nos a fazer o bem,
a trabalhar para a glória de Deus e a criar raízes profundas
de virtude e santidade nos corações." Teresa de Saldanha

As Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena constituem uma Congregação Religiosa de vida apostólica, de direito pontifício.
Teresa de Saldanha, 1837-1916, com a força do Espírito e sensível aos problemas vividos em Portugal no século XIX,
acolheu o carisma que a impulsionou a restaurar a vida religiosa dominicana em Portugal. Obteve autorização do Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Bento Rodrigues, para dar início à
fundação a 19 de março de 1866, e estabeleceu a primeira comunidade em Lisboa a 13 de novembro de 1868. Em 11 de Setembro de 1889, o Papa Leão XIII concedeu-lhe, simultaneamente, os Decretos de Louvor e de Aprovação.
A espiritualidade da Ordem de S. Domingos, escolhida e assumida por Teresa de Saldanha, alicerça o modo de vida das Irmãs no seguimento de Cristo e na ação apostólica, e concretiza-se na vida fraterna em comunidade, na oração, no estudo e na missão.
A Congregação está ao serviço da humanidade, servindo-a nos mais diversos campos de ação: na evangelização, na educação, na promoção e no cuidar de todos, especialmente das crianças e jovens e no serviço aos doentes e necessitados.
Como Jesus que passou a vida fazendo o bem, o nosso carisma, fazer o bem sempre e onde seja possível, concretiza-se em todas as obras de misericórdia.
Fiel ao mandato de Jesus: ide por todo o mundo e ensinai a Boa Nova a todas as criaturas, a Congregação expandiu-se para novos campos e encontra-se atualmente a anunciar a luz do Evangelho em Portugal (1866), Brasil (1911); Angola e Moçambique (1959); Albânia (1999); Timor (2004); e Paraguai (2011).
O Processo de Canonização de Madre Teresa de Saldanha decorre em Roma. Em Dezembro de 2015 o Papa Francisco declarou Venerável Teresa de Saldanha, reconhecendo a heroicidade das suas virtudes.
A Congregação está a celebrar 2015-2016 o Ano Jubilar do Centenário da morte da Madre Teresa de Saldanha, ocorrida no dia 8 de Janeiro de 1916, e os 150 anos do início da fundação da Congregação, 1866.
A pedido de alguns jovens, a Congregação em 2002, fundou o Voluntariado Teresa de Saldanha (VTS) com o objetivo de proporcionar aos jovens e adultos uma experiência de fé e de missão, ligada à espiritualidade Dominicana. Atualmente constituem 5 comunidades (Lisboa, Aveiro, Porto, Leiria e Guarda) formando um grupo com cerca de 70 membros. Na cidade da Guarda iniciou em janeiro de 2015. Atualmente formam esta comunidade cerca de 20 jovens.

Vivência na diocese da Guarda – Casa da Sagrada Família

As irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena vivem na cidade da Guarda desde 1936 (80 anos) numa comunidade de acolhimento a crianças e Jovens em risco, vivendo o Evangelho segundo o espírito da nossa Fundadora, Teresa de Saldanha, Fazer o Bem sempre e onde seja possível numa busca constante de fazer em tudo a vontade de Deus, colocando-O acima de tudo. Atualmente a comunidade é constituída por 5 irmãs. Procuramos ser anunciadoras da Alegria do Evangelho junto das crianças e jovens, colaboramos na paróquia: na catequese e na liturgia. Somos uma presença ativa junto dos que mais precisam tendo sempre presente o Amor de Deus para com toda a humanidade.

Contatos

Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena

Rua Soeiro Viegas nº 7 6300-758 Guarda Telf 271 212145

http://www.dominicanas-scs.pt/

http://vteresadesaldanha.blogspot.pt/

Email: alziraferreiraop@hotmail.com

Email: vts.nacional@gmail.com